Botânica

A Aboca implementou esta especialidade da Pesquisa Científica, que é desenvolvida dentro da empresa. Não se limita a efetuá-la de forma clássica, estudando a anatomia e a fisiologia das plantas e classificando as suas espécies e variedades, mas vai mais além.

Criou um Jardim Medicinal, um verdadeiro laboratório fitoquímico a céu aberto que, cuidado e gerido por uma equipa de especialistas, permite:

  • obter plantas de proveniência identificada para estudar a sua aclimatação e eventual cultivo e aplicação em grande escala;
  • fornecer matérias-primas seguras e identificadas aos três tipos de Pesquisa (em particular, Fitoquímica, Tecnológico-formulativa e Pré-clínica) existentes na empresa.

Uma outra evolução realizada pela Aboca no âmbito da Pesquisa Botânica é representada pelo Laboratório de Genómica Vegetal.
A missão deste laboratório consiste em preparar metodologias (racionalizadas de acordo com protocolos específicos) baseadas em técnicas de Biologia Molecular do ADN para a identificação das espécies vegetais a implementar pelo Controlo da Qualidade Aboca.

Estes protocolos permitem discriminar cada espécie botânica relativamente aos possíveis adulterantes ou identificar a presença de ADN dentro dos produtos acabados, permitindo assim o seu rastreamento.

Isto faz com que seja possível respeitar um pressuposto essencial para o uso seguro dos produtos fitoterapêuticos e, como tal, a garantia de qualidade, que inclui a identificação exata da espécies vegetais utilizadas.

A observação exclusiva dos carateres fenotípicos é frequentemente inadequada para este fim, sobretudo caso se trate de material transformado, enquanto o estudo dos perfis químicos e metabólicos apresenta por vezes limites ligados à parte da planta utilizada, à sua fase de evolução, à sua origem ou aos processos de laboração a que foi submetido o material vegetal.

As técnicas de Biologia Molecular baseadas na análise do ADN conseguem ultrapassar estes problemas e têm um poder discriminatório maior em relação aos testes químicos, que permite distinções não só a nível da espécie mas até mesmo entre subespécies e variedades.

As metodologias da Pesquisa Científica, em particular da Fitoquímica e da Genética, são utilizadas pela Aboca também no setor das plantações para:

  • aumentar a qualidade das substâncias;
  • aumentar o rendimento da produção;
  • melhorar algumas características agronómicas (porte, resistência ao frio, resistência a algumas fitopatologias, etc.).

Obtém-se assim um melhoramento genético através da seleção de plantas que denotam características especiais, como por exemplo o porte compacto, período de floração ou alto título.

A partir destas obtêm-se, através de vários cruzamentos, plantas selecionadas com as características necessárias (plantas-mãe). A partir das plantas-mãe, é retirada a semente para as produções agrícolas.

A atividade de investigação científica sobre as substâncias vegetais complexas e o inovador modo de conceber a...
Continua o processo de expansão internacional do Grupo. Foi criada a empresa Aboca Deutschland GmbH, com sede em...
O Grupo Aboca foi selecionado para participar na décima edição do World Retail Congress de Dubai, congresso de nível...
Informações
Informações

Pretende receber informações sobre a Aboca, os nossos produtos ou as nossas inicitivas?

Contacte-nos